domingo, 12 de outubro de 2008

Matriz SWOT – Habib´s

Trabalho-03
Matriz SWOT – Habib´s

AMEAÇAS (do Mercado)
Marcado principalmente pela Competitividade: por fazer parte do ramo alimentício, os empreendimentos do fast food têm como características um grande mercado consumidor e uma considerável “descomplicação” para a implantação do negócio; tanto é que inúmeros empreendimentos de pequeno porte invadem anualmente o Mercado. Portanto, o consumidor “navega num mar de opções”, podendo permutar entre diversos estabelecimentos ganhando na Qualidade, no Preço e no Atendimento.
Como amplamente discutida na análise das 5 Forças no Mercado de Fast Food Brasileiro, farei um breve resumo quanto à competição entre setores do ramo. A competição dá-se de modo acentuado entre:
· Grande Porte com Grande Porte;
· Grande Porte com Pequeno Porte (onde os empreendimentos de Grande Porte saem bastante incomodados: não têm competitividade com o pequenos, pois não conseguem impor barreiras à verdadeira enxurrada de novos empreendimentos todos os anos);
· Pequeno Porte com Pequeno Porte – o mercado é grande, a demanda de cada um é pequena, acho que tem consumidor para todos, tanto é que o mercado continua absorvendo anualmente novos empreendimentos.

OPORTUNIDADES (do Mercado)
Total insensibilidade, comum na maioria esmagadora dos empreendedores, quanto à importância do cliente, do consumidor – estes são a verdadeira “jóia da coroa”. Tanto é verdade que se deve fazer primeiro uma Pesquisa de Mercado para se identificar: onde estão os clientes-alvo; seus interesses e porque não, suas expectativas.
O Sr. Saraiva, homem inteligente, sensível ao contexto social e perspicaz, enxergou que as suas oportunidades de negócio estavam calcadas nos erros dos oponentes:
· Ambientes desconfortáveis;
· Falta de atenção, cortesia que todo cliente merece;
· Quanto à diversificação dos produtos, ele deve ter observado que o Mercado carecia de inovação (melhor inovar que competir com os mesmos produtos e serviços). Na condição de mero consumidor, não é difícil identificar que tanto os Grandes do mercado quanto os empreendimentos de Pequeno e Médio Porte oferecem produtos muito semelhantes (analisando-se cada segmento em separado).

PONTOS FORTES (Habib´s)
Simplesmente (toda solução genial é simples) ele transformou as Ameaças do mercado em Oportunidades para ele.
No caso em particular, cada ameaça analisada anteriormente, nada mais é do que uma conseqüência da postura, da falta de visão dos empreendedores.

O Habib´s firmou-se e prosperou por ter se colocado no Mercado com um perfil, uma mentalidade totalmente oposta aos empreendimentos então existentes, conforme alguns indicadores assumidos pela empresa:
· Conforto: única loja de fast food com “cara” de restaurante – à disposição dos clientes mesas com cadeiras;
· Diferenciação e diversificação de produtos: podem ser considerados inovadores. Os produtos são totalmente diferentes em relação aos dos concorrentes e bastantes diversificados;
· Qualidade aliada a Preço;
· Sensibilidade (e precisa de sensibilidade para isto? MeuDeus! como o ser humano ainda está na infância da espiritualidade) para entender que os produtos existem para atender às necessidades e interesses dos clientes e não o contrário. Como uma atuação de gestão de negócios extremamente positiva em decorrência dessa percepção pode-se citar a adaptação das iguarias árabes ao paladar, à cultura do mercado brasileiro.
· Personalização do atendimento (CRM): um atendimento cortes, personalizado, procurando conhecer os seus clientes para melhor adequar os serviços prestados “ao gosto do freguês” .
· Marketing inteligente: vende 3 esfiha a preço de 1 cafezinho – marca a presença da empresa no mercado como um empreendimento que oferece excelente preço e qualidade. Quem entra quando está com pouco dinheiro, acaba entrado, também, quando estiver em condições de gastar mais.
· Gestão de negócio eficiente
a) Quebra do paradigma da Terceirização, tão em voga à época: desde o começo, produz praticamente todos os produtos que vende: Pode controlar o Preço final e a Qualidade, fundamentais ao sucesso do negócio. Até o Marketing é próprio.
b) Logística de Armazenamento e Distribuição: conforme o negócio crescia, foi implantando centrais de Fabricação e Distribuição de produtos para abastecer as lojas, sempre preocupado em não “amarrar” o seu negócio a terceiros e perder o controle sobre indicadores importantes para o sucesso.
c) Cursos e treinamento para os funcionários efetuados pela própria rede. Atualmente encontra0se em andamento uma Universidade com capacidade para atender 240 alunos com o objetivo de aperfeiçoar os serviços das lojas, formar gerentes e administradores para a rede.
d) Equipes capacitadas em gestão do negócio de modo a avaliar os serviços prestados a fim de fiscalizar possíveis distorções nas franquias e também socorrê-las, caso apresentem problemas de faturamento.
O sucesso tem sido absoluto. O Habib´s configura-se como a 2ª maior rede de fast food do Brasil e como a maior rede de fast food árabe do mundo.

PONTOS FRACOS (Habib´s)
Os itens a seguir são analisados no contexto de poder vir a ser Pontos Fracos do Habib´s, afinal como posso saber se estão praticando ou praticarão os equívocos descritos abaixo.
· O Sr saraiva se colocar como a “viga mestra” do empreendimento – em caso de afastamento total dos negócios, o império pode ruir. Temos muitos exemplos mundo a fora;
· Não acompanhar a nova cultura da Alimentação Saudável (assunto devidamente esclarecido na “Análise das 5 Forcas”, item “Produtos Substitutos”)

Nenhum comentário: